Notícias

Ibovespa cai 0,86% com cenário externo e cautela com reforma da Previdência
03 de maio de 2019

Como resultado da fala menos “dovish”, as bolsas de Nova York caíram na quarta e arrastaram com elas os ADRs brasileiros. A rodada de perdas em Wall Street se repetiu nesta quinta, tendo como agravante as informações de que as negociações comerciais entre EUA e China estariam em um ponto de impasse.

Outro fator que teria contribuído para a postura defensiva do investidor teriam sido as declarações de quarta-feira do deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho (SD-SP). O ex-presidente da Força Sindical afirmou que os partidos do Centrão discutem o apoio a uma reforma da Previdência mais desidratada, que não garanta a reeleição de Jair Bolsonaro.

“O mercado tem como preocupações o tempo de tramitação da reforma e o seu grau de desidratação. O mercado sabe que esse tipo de declaração (de Paulinho) não é algo isolado. Mas o cenário político tem múltiplos agentes que continuam a defender a reforma, como Rodrigo Maia. O episódio mostra que o sucesso na aprovação da reforma da Previdência passa necessariamente pela articulação política do governo”, disse Gabriel Francisco, analista da XP Investimentos. https://www.istoedinheiro.com.br/ibovespa-cai-086-com-cenario-externo-e-cautela-com-reforma-da-previdencia/

VOLTAR